alcool


Also found in: Wikipedia.

alcool

(ˈælkuːl)
n
(Brewing) a form of pure grain spirit distilled in Quebec
[from French: alcohol]
References in periodicals archive ?
Ariel 2 1 1 2; bref 20 8 8 10; axion 10 6 6 6; cif 16 10 10 10; alcool 8 4 4 4; sapun liquid 1 1 1 1; faras 4 2 2 2; sano 4l 8 6 6 6; bref 12 6 6 6; saci 35l30 14 14 14; saci 240l 15 8 8 8; ace 3 2 2 .
Distribuicao temporal das taxas de internacao hospitalar, por sexo e diagnostico principal dos transtornos por alcool e outras drogas, psicoticos e de humor, de 2008 a 2015, na RMSP (1A) e RMRJ (1B)
A popularizacao do seu consumo com alcool se deu nos anos 2000, especialmente misturadas com vodca e Jagermeister, ate serem criadas misturas prontas para consumo de alcool com bebidas energeticas em 2003 (Pennay e Lubman, 2012).
Por ser a adolescencia um periodo de diversas transformacoes, entre eles o desenvolvimento de habitos alimentares e estilo de vida, e e onde ocorre a curiosidade por novas experiencias, preocupacao com a independencia, busca da propria identidade, insercao social, e consequentemente exposicao a substancias psicoativas, como o alcool (Mahan e Escott-Stump, 2005).
Un e chaine d'hotels sans alcool [beaucoup plus grand que] precise le communique de l'agence.
O alcool e uma substancia psicoativa e produz alteracoes no sistema nervoso central, sendo a droga mais consumida no mundo, onde geralmente e ingerida em eventos sociais, inclusive esportivos, consequentemente por atletas (Santos e Tinucci, 2004).
Nesse sentido, o Brasil encontra-se na 49a posicao entre os 193 paises avaliados pelo Centro de Informacoes sobre Saude e Alcool (CISA), revelando um aumento de ingestao do alcool da ordem de 43,5 % em 10 anos, superando a media.
Petuco [2], alicercado por grandes historiadores do tema do alcool e drogas, nos remete a uma viagem no que ele chama de pequena historia do cuidado e das politicas publicas as pessoas que usam alcool e outras drogas.
Em sondagem inicial percebeu-se que o medico, clinico geral da instituicao, havia feito observacoes e registros que indicavam uma transformacao no perfil de drogaditos, sendo possivel identificar entre os internos, aqueles que se afirmam como dependentes de alcool, que se diferenciam dos dependentes de crack e/ou de outros derivados da cocaina.
Deficits nas habilidades sociais sobre autoafirmacao, sentimento positivo e conversacao e na desenvoltura social foram encontrados em dependentes de alcool (Cunha, Carvalho, Kolling, Silva & Kristensen, 2007).
Historicamente, a relacao homem e ingestao de alcool nao e um fenomeno novo; existe a muito tempo e e justificada o seu uso na realizacao de comemoracoes publicas ou privadas, relacoes intimas (namoro, casamento, etc.), sugerido como fator de protecao e reducao de doencas cardiovasculares, etc.